sábado, 16 de janeiro de 2016

STF - O ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO + O COMBATE À CORRUPÇÃO NOS LEGISLATIVOS, EXECUTIVOS, JUDICIÁRIOS...



FCO.LAMBERTO FONTES
Trabalha em JORNALISMO INTERATIVO
Mora em ARAXÁ/MG

1 blogspot + 1 página com + de 50 grupos no facebook + twitter + de 810 blogs e comunidades no google+, 
+ de 412 conexões no LinkedIn  -  460.580 visualizações em 37 meses



15 de janeiro de 2016

Notícias STF

O ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO

Presidente do STF ressalta que juízes são responsáveis pela consolidação do Estado Democrático de Direito

 O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski,

recebeu nesta sexta-feira (15), em Curitiba (PR), a Comenda do Mérito Judiciário outorgada pelo Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR)


Em discurso no Plenário do Tribunal, o ministro afirmou que a Justiça brasileira é plural, heterogênea, mas que os mais de 16 mil juízes em atividade no país trabalham unidos em torno de um mesmo propósito, a garantia dos direitos fundamentais e a consolidação do Estado Democrático de Direito.

“A magistratura brasileira tem metas, projetos, programas, visão de futuro e trabalha anonimamente, mas com muita firmeza, proficiência e dedicação pela paz social, pela garantia dos direitos fundamentais, pela estabilidade das instituições republicanas e pela consolidação do Estado Democrático de Direito”, disse o presidente.

O ministro destacou que o trabalho dos juízes, mesmo quando não é tornado público, é reconhecido pela população como eficaz.

Segundo ele, os juízes trabalham para cumprir a Constituição Federal e a promessa dos constituintes de construir uma sociedade mais justa, fraterna e solidária.

Para Lewandowski, essa missão da magistratura é especialmente importante no momento em que há, em todo mundo, uma situação de extrema intranquilidade política, econômica e social.

O ministro afirmou ainda que, apesar dos problemas sérios pelos quais o Brasil passa hoje, sejam os econômicos, que refletem a crise mundial de 2009, políticos e sociais, é necessário reconhecer que, embora haja alguns bolsões intolerância, em comparação com o restante do mundo, “o país ainda é uma ilha de tranquilidade” e permite que se viva com tranquilidade.

“Sem sombra de dúvidas, o Poder Judiciário, os juízes brasileiros, anônimos, distribuídos por todos os rincões, são responsáveis por esta paz social, por esta harmonia que, felizmente, ainda desfrutamos”, concluiu o ministro.

A Comenda do Mérito Judiciário é uma condecoração instituída pelo TJ-PR e tem por objetivo o reconhecimento público às pessoas físicas que tenham contribuído para o fortalecimento, valorização e dignidade do Poder Judiciário.


Combate à corrupção é tema do 
Saiba Mais desta semana

Nesta semana, o quadro Saiba Mais, do canal do Supremo Tribunal Federal (STF) no YouTube, 
aborda o combate à corrupção no Brasil.

Em entrevista produzida pela TV Justiça, o advogado Antonio Rodrigo Machado explica a influência da corrupção no processo democrático, quais órgãos são responsáveis pelas investigações, o papel do Ministério Público, o que o cidadão pode fazer para ajudar no combate ao desvio de recursos públicos e a legislação sobre o assunto vigente no país.

video

SE NÃO ESTIVER VISUALIZANDO ACESSE AQUI:

https://www.youtube.com/watch?v=fBI0CfZC1hc