domingo, 3 de agosto de 2014

DILMA INICIA SUA CAMPANHA COM O LANÇAMENTO DE JOSUÉ ALENCAR COMO CANDIDATO AO SENADO, EM MONTES CLAROS DE MINAS GERAIS

Por: Equipe Dilma Rousseff - 

MULTIDÃO 

RECEBE DILMA EM MINAS 

NA ESTREIA DA CAMPANHA 

DE RUA

Milhares de mineiros foram à Praça Pio XII, em Montes Claros, para participar do primeiro grande evento de rua da campanha de sua conterrânea Dilma à reeleição. Acompanhada do ex-presidente Lula, do candidato ao governo de Minas Fernando Pimentel, do vice Michel Temer e de candidatos a deputado federal e estadual, a presidenta participou do lançamento da candidatura ao Senado de Josué Alencar que aconteceu na sua região de origem no Norte de Minas.


Dilma e Lula discursaram para uma multidão que se aglomerou na Praça da Catedral e foram muito aplaudidos quando falaram das experiências em comum durante os quase 12 anos de governo. Mas o momento de maior emoção se deu durante o discurso de Josué, quando foi exibido no telão um vídeo com passagens do saudoso ex-senador e ex-vice-presidente de Lula José Alencar. O pai de Josué foi visto em imagens com Lula, Dilma, e o filho.




Dilma falou sobre as realizações de seu governo, e a vantagem trazida pela experiência das conquistas alcançadas pelo Brasil em sua gestão. "Quem foi lá e resolveu o primeiro problema, tem condição de resolver o segundo. O que meu governo e o do presidente Lula mostraram é que é possível mudar o Brasil. E nós fizemos".






O ex-presidente Lula convocou a público a lembrar e discutir os problemas do Brasil antes de seu governo e do de Dilma. "Vamos voltar a 2002 e ver quanto era o desemprego, a inflação, quantos estudantes faziam universidade". Ele reforçou a importância da experiência de Dilma para os próximos anos de desenvolvimento nacional. "Este país não pode prescindir de um acúmulo de experiência bem sucedida que esta mulher pode oferecer para este país. Tenho certeza que Dilma fará muito melhor do que eu fiz. E muito melhor do que o primeiro mandato dela. Dilminha de 2014 a 2018 será muito mais extraordinária do que a de 2007 a 2014".






Confira abaixo algumas frases que selecionamos do grande comício em Montes Claros:

DILMA

"Quem foi lá e resolveu o primeiro problema, tem condição de resolver o segundo. O que meu governo e o do presidente Lula mostraram é que é possível mudar o Brasil. E nós fizemos"

"Esse pessimismo é para politizar e criar a situação do quanto pior melhor. Por isso, eu peço a vocês: não acreditem que o Brasil está numa situação de crise na proporção que eles falam. Nós não somos uma ilha, pelo contrário, somos um continente. A inflação aqui está sob controle, ao contrário do resto do mundo. Lá, há recessão, desemprego, falta de direitos. Esse método de combater, nós rejeitamos".

Veja abaixo o discurso de Dilma:

video

LULA EM SEU DISCURSO:
"A inflação era 80% ao mês e eles achavam pouco, Agora, é 6% ao ano e eles dizem que é muito. E obviamente que nós queremos menos, e vamos brigar pra baixar. Quem vai ajudar a gente a controlar a inflação é o povo brasileiro, não comprando as coisas que estão caras".

"Queria que vocês começassem a discutir o que era o Brasil antes de a gente chegar ao governo. Vamos voltar a 2002 e ver quanto era o desemprego, a inflação, quantos estudantes faziam universidade?"

"Dilma me deu tranquilidade. Eu podia dormir sabendo que tinha alguém junto comigo cuidando deste país. Se o Brasil fosse um filho meu, eu teria coragem de dar este filho para esta mulher criar”.

"Este país não pode prescindir de um acúmulo de experiência bem sucedida que esta mulher pode oferecer para este país. Tenho certeza que Dilma fará muito melhor do que eu fiz. E muito melhor do que o primeiro mandato dela. Dilminha de 2014 a 2018 será muito mais extraordinária do que a de 2007 a 2014.


DILMA: ESTAMOS DANDO OPORTUNIDADES PARA QUE 

OS BRASILEIROS POSSAM FAZER SUA PARTE

A presidenta Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participaram de comício na noite desta sexta-feira (01), em Montes Claros (MG). Em sua fala aos mineiros, Dilma afirmou que o governo federal realizou importantes investimentos emMinas Gerais e também no município mineiro, transformando a vida de milhões de brasileiros.
“É esta mudança que prova que o Brasil mudou, que a situação das pessoas mudou para melhor. Quando o governo faz a sua parte, criando oportunidades, as pessoas fazem a dela, conseguindo um emprego melhor e melhorando sua renda”.
A presidenta lembrou que antes do Pronatec, os cursos eram pagos e a população não tinha como acessá-los. Destacou ainda que “não basta ser gratuito, mas é preciso oferecer o melhor ensino”. Desde a criação do programa, 8 milhões de brasileiros se matricularam para se profissionalizar e, com isso, conseguir melhor emprego. “Hoje, as mulheres são 60% das pessoas matriculadas no Pronatec”, disse Dilma em Montes Claros.
Saúde básica

O programa Mais Médicos também mudou a cara da saúde brasileira. O atendimento ganhou mais humanização e a maior parte dos problemas de saúde são resolvidos nos postos de saúde. “Oitenta por cento dos problemas de saúde são resolvidos nos postos de saúde, apenas 20% precisam de atenção de especialistas ou hospitalar”, disse a presidenta, explicando a razão para o sucesso do Mais Médicos.
O ex-presidente Lula disse que não teve dúvida que Dilma era mesmo, em 2010, a melhor pessoa para ser sua sucessora. E falou sobre sua atuação como ministra: “Dilma me deu tranquilidade. Eu podia dormir sabendo que tinha alguém junto comigo cuidando deste país. Se o Brasil fosse um filho meu, eu teria coragem de dar este filho para esta mulher criar. Este país não pode prescindir de um acúmulo de experiência bem sucedida que esta mulher pode oferecer para este país”.
Inflação sob controle

Lula também lembrou que Dilma trabalha para manter a inflação dentro da meta e que vai fazê-lo de maneira responsável. “Quando era dirigente sindical e a inflação era de 80% ao mês, eles achavam pouco. Agora, que é 6% ao ano, eles acham muito! A Dilma vai provar que é possível controlar a inflação sem desemprego e arrocho salarial. Esta é a revolução que estamos fazendo no Brasil”. E complementou: “O que vai ajudar a gente a controlar a inflação é o povo brasileiro não comprando as coisas que estão caras”.

Lula também ressaltou os impactos dos programas sociais na ascensão social de milhões de brasileiros. “Queremos que as pessoas pobres tenham dignidade. Tem gente incomodado porque tem empregada doméstica utilizado perfume. Tem gente que se incomoda com o Bolsa Família porque o valor pago é o mesmo que gastam com whisky no bar, mas para a dona de casa o valor é para levar o pão e o leite para casa. É bom ficar incomodado porque no país que queremos construir todo mundo tem direito de ter o que quiser ter”, disse.
Também participam do evento de lançamento da candidatura de Alencar o candidato a vice-presidente Michel Temer (PMDB), o candidato ao governo de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT) e seu vice Antônio Andrade (PMDB).
No início do evento, foi exibido um vídeo de homenagem a José de Alencar, que foi vice-presidente de Lula em seus dois mandatos, e que faleceu em 2011.