segunda-feira, 24 de novembro de 2014

AINDA VÃO TER DE EXPLICAR TIM TIM POR TIM TIM... PORQUE TANTA ROUBALHEIRA NOS CRÉDITOS DOS PRÉ-PAGOS E NAS CONTAS DOS PÓS PAGOS - AINDA HÁ POUCO FUI VÍTIMA DE UM DÉBITO EXORBITANTE EM MEUS CRÉDITOS - ESTA EMPRESA, TIM, ( E TODAS AS OUTRAS TAMBÉM ), SÃO CRIMINOSAS CONTUMAZES E ESTELIONATÁRIAS PORQUE NÃO ENTREGAM O QUE VENDEM:


FCO.LAMBERTO FONTES
Trabalha em JORNALISMO INTERATIVO
 em ARAXÁ / MG.
1 blog - 1 página - 18 grupos  -  295.307   visualizações




22/11/2014 às 14h18 (Atualizado em 23/11/2014 às 19h16)

  Você está aqui:
·          
 Vídeo mostra consumidor sendo agredido 
por funcionária de loja da Tim
Caso ocorreu nesta sexta-feira (21) após cliente reclamar de atendimento

O arquiteto Alberto Biancalana, de 31 anos, de Itapecerica da Serra (SP), foi agredido na noite desta sexta-feira (21) por uma funcionária da loja da Tim do Shopping Morumbi, na zona sul de São Paulo, após filmar o atendimento que estava sendo prestado durante a compra de um chip.
No vídeo, que tem 30 minutos, aparece a caixa da loja pedindo para não ser filmada, quando o arquiteto insiste em continuar a gravação ela dá um tapa em sua mão. Nas imagens também aparecem outros funcionários fazendo ameaças e intimidando o consumidor.
— Meu celular foi arremessado para o outro lado da loja. Decidi filmar a péssima prestação de serviço. Confesso que em alguns momentos me descontrolei e acabei elevando a voz, porém, com que direito a funcionária me agride? Não agredi fisicamente e nem verbalmente ninguém. Tenho tudo filmado. É um desrespeito ao consumidor.
Biacalana conta que decidiu filmar o atendimento quando ficou sabendo que a loja não possuía o modelo de chip que precisava há mais de 15 dias e que os funcionários só informavam as lojas que não tinham o produto. De acordo com o arquiteto, além da agressão, funcionários o ameaçaram processá-lo e o intimidaram fisicamente.
VEJA VÍDEO DA AGRESSÃO

video

— Eu queria saber onde tinha o chip e não onde não tinha. Um dos atendentes veio na minha direção me intimidando e mandando eu parar de filmar. Não parei. Achei tudo aquilo um absurdo.
Por fim, Biancalana afirma que foi vendido um chip do tamanho menor e que, por isso, acabou emperrando no dispositivo.
— Fui agredido, intimidado e paguei por um produto que não era adequado ao meu aparelho. Tive que ir em outra loja para resolver o problema que eles [funcionários da loja] me causaram.
Em nota, a TIM lamentou o ocorrido e pediu desculpas. A empresa informou que irá apurar os fatos e as medidas disciplinares cabíveis serão aplicadas. A TIM ainda reforçou que este tipo de comportamento é contrário aos valores da empresa que se baseiam no cuidar do cliente.

De acordo com a nota, a gerência do canal de lojas da regional São Paulo entrou em contato com cliente para reiterar o pedido de desculpas e resolveu o problema dele.